Nos últimos dias, as notícias que chegam até nós sobre o Espírito Santo estão mais relacionadas à onda de violência que acomete o e...

💜
2017

Ela montou uma biblioteca pública nesta praia do Espírito Santo

/
0 Comments


Nos últimos dias, as notícias que chegam até nós sobre o Espírito Santo estão mais relacionadas à onda de violência que acomete o estado. Porém, em todo caos há uma esperança. Por lá, ela tem nome e sobrenome: Suzana Lordelo Braga, uma tradutora de 24 anos que criou uma biblioteca pública na praia.

A história de Suzana foi contada pelo site Conexão Planeta. A jovem passou a infância e a adolescência frequentando uma biblioteca pública em Vitória. Mas, quando se mudou para Vila Velha, descobriu que já não poderia contar com um espaço de leitura como o que conhecia na capital do estado.

livro2 

No entanto, a falta de bibliotecas não desanimou a tradutora, que decidiu montar sozinha uma biblioteca pública na beira da praia, local escolhido por ser bastante democrático e atrair pessoas de diversas classes sociais. Quando alguns amigos alugaram uma tenda na Praia da Costa, em janeiro, ela perguntou se poderia usar o espaço para fazer a biblioteca e todos concordaram prontamente.

livro3
Fotos: Victor Jubini/Arquivo Pessoal

No começo, Suzana levava os poucos livros dentro de uma mochila e em um carrinho de supermercado. Com o passar dos dias, foram tantas novas doações recebidas que ela precisava da ajuda do pai para transportar os livros de carro até a praia. Apesar de ser o maior sucesso, o projeto terminou há pouco mais de duas semanas, mas Suzana permanece sonhando em montar uma biblioteca fixa em Vila Velha para que mais pessoas tenham acesso aos livros.



Nenhum comentário: