slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img

Quanto tempo você aguentaria passar sem energia elétrica, celular, internet ou televisão? Muitas pessoas responderiam que não ague...

Fotógrafo retrata o isolamento de pessoas solitárias em série poética e melancólica

💜
2019

Quanto tempo você aguentaria passar sem energia elétrica, celular, internet ou televisão? Muitas pessoas responderiam que não aguentariam sequer um dia, porém outras passam a vida inteira longe da tecnologia, como os moradores da intocada região de Trás os Montes – Portugal. Muitas aldeias possuem apenas 10 moradores, outras apenas um e, a grande maioria é idosa, já que os jovens partiram em busca de seus sonhos.
Entretanto, a falta de tecnologia é o menor dos problemas que esses idosos enfrentam. Extremamente solitários, muitas vezes eles passam meses sem ver e falar com alguém, principalmente com as baixas temperaturas do inverno, que os obriga a passarem dias trancados em casa. Vivendo principalmente da produção agrícola e da criação de ovelhas, a vida dessas pessoas encantou o fotógrafo português Ricardo Ramos, que capturou a beleza que habita na solidão.
Durante dias, ele ouviu histórias sobre abandono da família, amores fracassados, perdas e solidão. Algumas pessoas pararam no tempo e vivem como se ainda estivessem na década de 1950, outras gostariam de voltar a ter 20 anos, porém alguns apenas convivem diariamente com a solidão, transformando-a em arte e aceitação.
Fotos: Ricardo Ramos /fonte:via

Existe uma certa magia em observar uma pipa entre as nuvens, naquele eterno movimento de ir e vir. Porém, mais mágico ainda é ter ...

Paz e esperança no incrível Festival Internacional da Pipa, na França

💜
2019

Existe uma certa magia em observar uma pipa entre as nuvens, naquele eterno movimento de ir e vir. Porém, mais mágico ainda é ter a sorte de poder observar uma verdadeira festa no céu, com milhares de pipas, de todos os formatos e cores que você pode imaginar, dançando e oferecendo um espetáculo para quem está embaixo. Foi exatamente isso que aconteceu na vigésima edição do Festival Internacional da Pipa, na França.
No mês de setembro, um júri composto por mais de 35 pessoas dos 5 continentes, uniu-se na cidade de Dieppe, ao norte da França, para selecionar as melhores pipas, dentre mais de 530. Engana-se quem pensa que este é um festival nanico, pois em 10 dias de pura festa, a cidade recebeu mais de 700 mil turistas , que lotaram todos os hotéis da região.
Em meio à tanta coisa difícil que o mundo está vivendo, o festival é um sucesso há mais de vinte anos e, Sandrine Frébourg – uma das organizadoras, explica: “Um espírito de paz e serenidade paira neste encontro internacional. Amizade, diversidade cultural e o contato entre diferentes gerações, são os principais valores do festival”
Fotos: CGTN /fonte:via

O vídeo abaixo mostra o que a NASA chama de “sistema de inundação de água de Proteção contra Sobrepressão de Ignição e Supressão de Som”...

Veja a NASA liberar quase dois milhões de litros de água em 1 minuto

💜
2019
O vídeo abaixo mostra o que a NASA chama de “sistema de inundação de água de Proteção contra Sobrepressão de Ignição e Supressão de Som” (do inglês “Ignition Overpressure Protection and Sound Suppression water deluge system”).
Em pouco mais de um minuto, o sistema libera cerca de 450.000 galões de água, o equivalente a mais de 1,7 milhões de litros de água, de uma só vez. O líquido atinge 30 metros de altura.
O objetivo desse espetáculo não é entretenimento, mas sim reduzir a quantidade extrema de calor e energia gerada pelo lançamento de um foguete.
A título de comparação, essa quantidade de água não está muito longe da necessária para encher uma piscina olímpica.

Propósito especial

A filmagem foi feita durante um teste realizado no último 15 de outubro no Launch Pad 39B do Centro Espacial Kennedy (Flórida, EUA).
O teste é uma preparação para a missão Exploration Mission-1 (o primeiro voo não tripulado do Sistema de Lançamento Espacial e o segundo voo do Veículo de Tripulação Multiuso Orion), que deve ser lançada em junho de 2020.
O Sistema de Lançamento Espacial é um foguete enorme com o impulsionador mais poderoso já construído, no qual a NASA vem trabalhando há mais de uma década. Já a Orion é uma nave espacial desenvolvida para exploração humana do espaço profundo, construída para transportar astronautas à lua, Marte e asteroides.
fonte:via [Cnet]

Há mais de dez anos, a editora AA Publishing – sediada em Londres, faz uma compilação das melhores fotos de paisagem para publicar...

Livro compila as melhores fotografias de paisagem da Inglaterra e o resultado é fascinante

💜
2019

Há mais de dez anos, a editora AA Publishing – sediada em Londres, faz uma compilação das melhores fotos de paisagem para publicar o maravilhoso Landscape Photographer Of The Year, uma competição que reúne as melhores fotografias de paisagens que você nunca pensou existir, no Reino Unido.
Fotografias de altíssima qualidade, que nos apresentam a natureza do interior da Inglaterra, mas também o skyline de cidades cosmopolitas – como Londres, podem ser apreciadas nesta incrível compilação, que deixa até mesmo os mais céticos de deixo caído.
Neste ano, para comemorar a 12º edição, o resultado não poderia ser mais inspirador, com campos de flores, praias insólitas e até mesmo, a incrível galáxia vista da cidade de Devon, a grande ganhadora da competição, de autoria de Will Milner. Não tem como não ficar morrendo de vontade de pegar um avião e ir conhecer de perto todos esses lugares!
Foto 1: Will Milner
Foto 2: Edward Hyde
Foto 3: Paul Fowles
Foto 4: James Loveridge
Foto 5: Chris Fletcher
Foto 6: Pawel Zygmunt
Foto 7: Harry Tisley
Foto 8: Marie Davey
Foto 9: Pete Rowbottom
Foto 10: Josef Fitzgerald/fonte:via

Seus sonhos de infância acabam de se tornar realidade. Graças a esse hostel em Ilhabela, você já pode dormir em uma casa na árvore....

Neste hostel, em Ilhabela, você pode se hospedar numa casa na árvore

💜
2019


Seus sonhos de infância acabam de se tornar realidade.Graças a esse hostel em Ilhabela, você já pode dormir em uma casa na árvore.
A proposta é do Hostel da Vila. Com um toque inovador, a acomodação passou a oferecer hospedagem em casas na árvore. São quatro quartos, todos privados, com capacidade para até três pessoas.
Localizadas em meio a árvores centenárias, as acomodações contam com cama de casal, bicama de solteiro e ventilador. Os banheiros são coletivos. A diária custa a partir de R$ 250 e o valor do café da manhã já está incluído no preço.

Além das casas na árvore, o hostel também oferece outras modalidades diferentes de acomodação. Você pode escolher dormir em uma Vila Hippie com “Cabanas Gourmet” ou em uma Kombi, por exemplo.
Inaugurado há cerca de dois anos, o espaço promete oferecer mais do que uma simples hospedagem em quartos compartilhados, como a maioria dos hostels. A ideia é agradar também a pessoas que buscam uma acomodação descontraída, mas querem manter sua privacidade.
O Hostel abriga até 70 hóspedes por noite em dormitórios coletivos, suítes privativas e quartos diferentões. Tudo isso a poucos passos do centro de Ilhabela, no litoral norte de São Paulo.
Fotos: reprodução/fonte:via

A amizade entre humanos e cachorros é tão antiga que os pesquisadores acreditam que as duas espécies convivem desde o período Neol...

Estas podem ser as imagens de cachorros mais antigas de que se tem notícia

💜
2019
Resultado de imagem para Maria Guagnin
A amizade entre humanos e cachorros é tão antiga que os pesquisadores acreditam que as duas espécies convivem desde o período Neolítico.
Recentemente, no entanto, foram encontradas o que podem ser as imagens mais antigas de nossos amigos peludos.
Resultado de imagem para Maria Guagnin
Tratam-se de pinturas rupestres gravadas em falésias localizadas no deserto da região norte de onde hoje se encontra a Arábia Saudita. Os painéis foram documentados pela arqueóloga Maria Guagnin, do Instituto Max Planck para a Ciência da História Humana na Alemanha, em conjunto com a Comissão Saudita de Turismo e Patrimônio Nacional. A descoberta foi publicada em março deste ano pelo Journal of Anthropological Archaeology.
Ao todo, foram documentados 1.400 painéis, com 6.618 representações de animais. Em alguns dos registros, os cães aparecem presos por uma espécie de coleira ligada à cintura dos humanos. De acordo com os pesquisadores, as imagens retratam os cachorros como companheiros de caça.
Resultado de imagem para Maria Guagnin
As estimativas dizem que as pinturas podem ter surgido entre o sexto e nono milênio antes da nossa era. Entretanto, as evidências de data das figuras ainda não são conclusivas. Se confirmado, estas podem ser as imagens mais antigas de cães já encontradas. Já pensou?


  imagens Maria Guagnin /fonte:via

Era 1967 e Stephen Shames ainda era um jovem fotojornalista dedicado a usar seu talento com a câmera para chamar atenção para que...

Fotos raras mostram o dia a dia dos Panteras Negras nos anos 1960 e 1970

💜
2019

Era 1967 e Stephen Shames ainda era um jovem fotojornalista dedicado a usar seu talento com a câmera para chamar atenção para questões sociais que precisavam ser debatidas. E um encontro com Bobby Seale foi fundamental para impulsionar a carreira de Stephen.
Bobby foi um dos fundadores do Partido dos Panteras Negras, uma organização para defesa dos direitos de pessoas negras nascido durante o Movimento dos Direitos Civis.
Foi Bobby quem pediu que Stephen se tornasse fotógrafo oficial dos Panteras, documentando as atividades diárias do grupo com um grau de intimidade que nenhum outro fotojornalista conseguiu atingir – o jovem era a única pessoa de fora do Partido com acesso direto aos ativistas.
À Vice França, Stephen declarou que seu objetivo era “mostrar os Black Panthers a partir de dentro, não simplesmente a documentar as suas lutas, ou a intenção de pegar em armas”, para “revelar o que acontecia nos bastidores e fornecer um retrato mais completo dos ‘Panteras’”.
Algumas das icônicas fotografias clicadas por Stephen estão em exibição em Lille, na França, dentro de ume vento chamado Power to The People. Confira algumas imagens que a Galeria Steven Kasher liberou para divulgar a obra de Stephen Shames.
Fotos por Stephen Shames (Cortesia da Steven Kasher Gallery)/fonte:via