Com o corpo sem circulação , unhas frágeis, pretas e quebradiças, cabelos caindo em grande quantidade e sem menstruar há meses , aos...

💜
2017

Anorexia: jovem que ficou uma semana sem comer vira vegana e conta sua história de superação

/
0 Comments

Com o corpo sem circulação, unhas frágeis, pretas e quebradiças, cabelos caindo em grande quantidade e sem menstruar há meses, aos 17 anos, a australiana Elle Lietzow se viu a poucas horas da morte por causa de um problema que afeta milhares de pessoas pelo mundo, principalmente jovens: a anorexia.

É que, quando jovem, a garota sofria bullying na escola por não ter o padrão de beleza que a sociedade impõe e que Elle não cansava de procurar. De acordo com a jovem, ela era empurrada e chutada todos os dias, recebendo xingamentos em relação ao seu peso.  

Para virar esse jogo, Elle entrou para a equipe de natação para treinar durante cerca de seis horas diárias, onde conseguiu perder bastante peso. Foi então que descobriu que esse era o caminho para ter amigos (ou aceitação, pelo menos) e fissurou no desejo de ser uma pessoa magra.

Porém, como todas as obsessões, essa busca a levou a um caminho muito pior: Elle ficou 7 dias sem ingerir nenhum tipo de alimento – nem mesmo água. A dificuldade de se manter vivo fazendo algo assim é muito baixa.

ElleLietzow3
Era diferente, todo mundo passou a me cumprimentar e conversar comigo como se eu fosse da turma”, conta Elle sobre o período em que emagreceu.

O que aconteceu você já deve imaginar. Ao tentar tomar um gole d’água, o corpo jovem entrou em colapso e teve convulsões. Elle foi levada as pressas ao hospital e os médicos disseram que em questão de horas ela morreria se não estivesse ali naquele momento, pois tinha atingido o peso de 35 kg.

ElleLietzow1
Foi após a internação e acompanhamento médico que a jovem percebeu que deveria mudar seus hábitos alimentares e viver uma vida plena e de aceitação do próprio corpo. Hoje com 19 anos (o ponto mais alto da anorexia foi aos 17), ela virou vegana e está disposta a ingerir todo o tipo de alimentos, desde que sua saúde venha em primeiro lugar.

Elle quis ir mais longe e, sabendo que por bullying ou qualquer outro motivo, existem muitos jovens enfrentando situações semelhantes, decidiu oferecer ajuda a quem sofre com transtornos alimentares. Para isso, vai compartilhando seu cotidiano feliz e mostrando como é possível mudar no seu Instagram pessoal, que conta com mais de 90 mil seguidores.

Base
Base2
Elle antes de sua jornada em busca de emagrecer:
Base12
Elle depois de emagrecer ao ponto de chegar a pesar 35 kg:
Base3
Elle hoje:
ElleLietzow4
Todas as fotos © Elle Lietzow/Barcroft Media via Dailymail


Nenhum comentário: