Na primeira fração de segundo que observamos alguém, muitas vezes buscamos seus olhos, em uma tentativa de descobrir quem são e quais são ...

💜
2017

21 fotos de olhos que dizem mais do que palavras

/
0 Comments
Na primeira fração de segundo que observamos alguém, muitas vezes buscamos seus olhos, em uma tentativa de descobrir quem são e quais são suas intenções. Os olhos podem comunicar verdades sobre um indivíduo e sua alma que não têm como ser traduzidas em palavras.As imagens históricas abaixo são um grande exemplo disso, de como os olhos podem dizer mais do que qualquer livro. As fotos retratam as pessoas no seu melhor e no seu pior, demonstrando emoções como alegria, ódio, medo e coragem. Confira:

1. Loucura

1
 
Essa foto mostra um soldado em uma trincheira durante a Batalha de Courcelette em meados de setembro de 1916. Seus olhos retratam um trauma comum de soldados na Primeira Guerra Mundial, um choque descrito como uma reação à intensidade do bombardeio e do combate que produz um desamparo, que por sua vez pode surgir como pânico, fuga, incapacidade de raciocinar, dormir, andar ou falar.

2. Derrota

2
 
Soldado do Exército Vermelho marcha um soldado alemão ao cativeiro após a Batalha de Stalingrado. Os alemães foram presos e rapidamente ficaram sem combustível e suprimentos médicos. Milhares começaram a morrer de congelamento, desnutrição e outras doenças. Essa batalha está entre as mais sangrentas da história, com as estimativas mais altas de baixas sendo de quase dois milhões.

3. Medo

3
 
Um soldado alemão de 15 anos, Hans-Georg Henke, chora após ser capturado pelo exército dos EUA na Alemanha, em 3 de abril de 1945. Ele era um membro da Luftwaffe, o esquadrão antiaéreo, ao qual se juntou para se sustentar depois que seu pai morreu em 1938 e sua mãe em 1944.

4. Fadiga

4
 
O olhar de cansaço de um prisioneiro de guerra americano depois de sua libertação do campo de prisioneiros alemão pelas forças aliadas. A imagem foi feita em Limburg, Alemanha, em 1945.

5. Coragem

5
 
A imagem mostra Bibi Aisha, 18 anos. Em uma prática conhecida como baad, o pai de Aisha a prometeu para um membro do Taliban quando ela tinha 12 anos, como compensação por um assassinato que uma pessoa de sua família tinha cometido. Ela se casou aos 14 anos e foi submetida a abusos constantes. Aos 18 fugiu do abuso, mas foi pega pela polícia, presa e voltou para a sua família. Seu pai a devolveu para seus sogros. Para se vingar de sua atitude, o sogro, o marido e três outros membros da família levaram Aisha para as montanhas, cortaram seu nariz e suas orelhas, e a deixaram para morrer. Bibi foi posteriormente resgatada por trabalhadores humanitários e militares dos EUA. Seu rosto mutilado saiu na capa da revista Time e provocou controvérsia sobre a ameaça que paira sobre toda mulher afegã.

6. Engano

6

A foto mostra Yukio Araki, 17 anos, segurando um filhote de cachorro com outros quatro jovens (com mais de 18 anos de idade) e com mais membros da força aérea japonesa ao seu redor. O cinegrafista  do Asahi Shimbun tirou essa foto no dia antes de sua partida para a sua missão Kamikaze em Okinawa. Yukio Araki morreu em um ataque suicida a navios americanos perto de Okinawa, em 27 de maio de 1945. Quase todos os pilotos Kamikazes do exército durante a campanha de Okinawa tinham entre 17 e 22 anos.

7. Inveja

7
Sophia Loren e Jayne Mansfield em uma festa da 20th Century Fox, em 12 de abril de 1957, em homenagem a Sophia Loren.

8. Inocência

8
 
Esse retrato se chama “O Menino dos Olhos de Safira”, e foi feito pela fotógrafa Vanessa Bristow. Ela foi inundada de acusações de Photoshop, mas postou várias fotos do menino que mostram que as imagens na verdade não foram alteradas. Os olhos azuis e a pele escura provavelmente se explicam pela presença de doenças como albinismo ocular ou uveíte juvenil. Ambas as condições tornam o pigmento da íris menos denso.

9. Aceitação

9
 
Imagem do álbum pessoal de um soldado Einsatzgruppen, que leva a descrição “Último Judeu de Vinnitsa” na parte de trás. Ela mostra um membro da Einsatzgruppe D prestes a atirar em um homem judeu ajoelhado diante de uma vala comum em Vinnitsa, na Ucrânia, em 1941. Todos 28.000 judeus de Vinnitsa e seus arredores foram massacrados na época.

10. Alívio

10
 
Cirurgião cardíaco finalmente descansa depois de 23 horas de operação de transplante de coração, feita com sucesso. Sua assistente está dormindo no canto.

11. Desespero

11
 
Mulher deitada na calçada no gueto de Varsóvia, morrendo de fome. Essa imagem foi feita por um soldado alemão chamado Heinz Joest, na Polônia, em 1941.

12. Espanto

12
 
O momento exato em que Harold Whittles, nascido surdo, ouve pela primeira vez depois de receber um aparelho auditivo.

13. Pânico

13
 
O desastre de Hillsborough de 1989 foi um incidente que ocorreu durante a partida de semifinal da Copa da Inglaterra entre Liverpool e Nottingham em 15 de abril 1989, no Estádio de Hillsborough, em Sheffield, Inglaterra. A queda resultou na morte de 96 pessoas e no ferimento de 766 outras. O incidente pode ter sido causado principalmente pela polícia. Ele continua a ser o pior desastre relacionado com estádios de futebol na história britânica, e um dos piores do mundo.

14. Inocência perdida

14
 
A foto mostra Ahmed, com oito anos de idade, filho de um combatente rebelde sírio, fumando e montando guarda com uma AK-47 em uma barricada em Aleppo. Ele é um dos lutadores mais jovens da guerra civil da Síria, e algo em sua expressão parece sugerir horrores que nenhuma criança de sua idade deveria ter que testemunhar.

15. Ódio

15
 
Joseph Goebbels sorriu para o fotógrafo até saber que ele era judeu – bem o momento em que Alfred Eisenstaedt capturou esta foto. De repente, “ele olhou para mim com olhos de ódio e esperou que eu descorasse”, lembra o profissional.

16. Cautela

16
 
Sharbat Gula ficou órfã durante o bombardeio do Afeganistão pela União Soviética e foi enviada para o campo de refugiados Nasir Bagh, no Paquistão, em 1984. Sua aldeia foi atacada por helicópteros soviéticos no início de 1980, ataque que matou seus pais, de forma que ela, seus irmãos e a avó caminharam sobre as montanhas até o campo de refugiados no país vizinho.

17. Vergonha

17
 
Uma mulher francesa tem a cabeça raspada por civis como uma penalidade por ter se relacionado com tropas alemãs. A fotografia foi tirada imediatamente após o fim da Segunda Guerra Mundial.

18. Sofrimento

18
 
Nguyen Thi Ly, 9 anos, sofre de “deficiência do agente laranja”. Durante a Guerra do Vietnã, o exército dos EUA pulverizou cerca de 12 milhões de litros do herbicida “agente laranja” no Vietnã. Este desfolhante foi usado para destruir imediatamente as culturas, a vegetação e a floresta densa que fornecia comida e cobertura para as forças do país. Pelo menos 4,5 milhões de vietnamitas e 2,5 milhões de veteranos americanos podem ter sido expostos ao pesticida. Embora a pulverização tenha terminado há 30 anos, o agente laranja continua causando estragos em três gerações de vítimas.

19. Paz

19
 
O soldado na foto é desconhecido, mas está com uniforme da 173ª Brigada Aerotransportada, batalhão de defesa que ficava no sul do Vietnã, em Vinh Phuc. A foto é de 18 de junho de 1965. No seu capacete, lê-se a mensagem “Guerra é Inferno”.

20. Temor

20
 
Imagem que mostra a expressão de crianças assistindo um dragão sendo morto em um show de marionetes, em Paris, em 1963. Foto de Alfred Eisenstaedt.

21. Alegria

21
 
Essa imagem de 1945 descreve uma mulher no momento de sua libertação, tão magra que quase não podemos vê-la, mas com o rosto brilhando e vivo, como se ela nunca tivesse sido presa.

Bônus: Indiferença

fotobr9
Geísa Gonçalves é mantida na mira de Sandro Barbosa do Nascimento, sequestrador do ônibus 174, no Rio de Janeiro. Ao descer do ônibus, um policial do BOPE tentou atirar em Sandro com uma submetralhadora, errou e acabou acertando a refém de raspão. Geísa ainda levou outros três tiros nas costas, disparados por Sandro. No final, o sequestrador também morreu. [BoredPanda, iG]


Nenhum comentário: