Deite-se ao meu lado, Diga-me o que eles fizeram Diga as palavras que eu quero ouvir, Para fazer meus demônios fugirem A porta está tranca...

💜
2017

O Imperdoável II

/
0 Comments
Deite-se ao meu lado, Diga-me o que eles fizeram Diga as palavras que eu quero ouvir, Para fazer meus demônios fugirem A porta está trancada agora, Mas, está aberta se você for sincero Se você poder entendeu o eu, Então, eu posso entender o você Deite-se ao meu lado, Debaixo dos céus malignos A negridão do dia, A escuridão da noite, Nós compartilhamos esse paradoxo A porta se quebra, Mas, não há nenhum raio de sol através dela O coração negro cicatrização ainda mais escura, Mas, não há nenhum raio de sol Não, não há nenhum raio de sol Não, nenhum raio de sol... O que eu sentia, O que eu sabia Vire as páginas, Transforme as pedras Atrás da porta Eu devo abrí-la pra você? É... O que eu sentia, O que eu sabia De saco cheio, Eu permaneço sozinho Você poderia estar lá, Porque eu sou aquele que espera por você Ou você é imperdoável também? Venha deitar-se ao meu lado, Isso não machucará, eu juro Ela não me ama, Ela ainda me ama, Mas, ela nunca amará novamente Ela se deita ao meu lado, Mas, ela estará lá quando eu me for O coração negro cicatrização ainda mais escura, Sim, ela estará lá quando eu me for Sim, ela estará lá quando eu me for Com certeza ela estará lá O que eu sentia, O que eu sabia Vire as páginas, Transforme as pedras Atrás da porta Eu devo abrí-la pra você? Yeah O que eu sentia, O que eu sabia De saco cheio, Eu permaneço sozinho Você poderia estar lá, Porque eu sou aquele que espera por você Ou você é imperdoável também? Deite ao meu lado, Diga o que eu fiz A porta está fechada, assim como seus olhos Mas, agora eu vejo o sol, Agora eu vejo o sol Sim, agora eu o vejo... O que eu sentia, O que eu sabia Vire as páginas, Transforme as pedras Atrás da porta Eu devo abrí-la pra você? Yeah, O que eu sentia, O que eu sabia, De saco cheio, Eu permaneço sozinho Você poderia estar lá, Porque eu sou aquele que espera Aquele que espera por você Oh, O que eu sentia, O que eu sabia Vire as páginas, Transforme as pedras Atrás da porta Eu devo abrí-la pra você? O que eu sentia O que eu sabia Eu pego esta chave E eu a escondo em você Porque você é imperdoável também Nunca livre Nunca eu Porque você é imperdoável também Metallica


Nenhum comentário: