Chegou a hora esperada Reuna a sua família Arrei seu quarto de milha Venha para a cavalgada Só pela manhã se encerra Sentindo o cheiro da...

💜
2017

Cavalgada da Lua

/
0 Comments
Chegou a hora esperada Reuna a sua família Arrei seu quarto de milha Venha para a cavalgada Só pela manhã se encerra Sentindo o cheiro da terra A festa é mais animada A famosa cavalgada Da Fazenda Pé de Serra Homem, mulher e menino Versos, aboio e repente Cervejas, pinga e aguardente Do chocalho se ver o tino Um cavalo campulino Com as patas chapeadas Muitas pessoas assentadas Esperando a saída Só para ver a partida Dessa grande cavalgada São Jorge foi convidado Pois também gosta do esporte Deus lhe dê uma boa sorte Ele já está montado No seu cavalo abençoado Pode até chegar de trote Até mesmo de galope Para a grande cavalgada Que é bastante badalada Desde o sul até o norte A Cavalgada da Lua Coberta de atrações Vaqueiro junto aos patrões Faz passeata na ruas A viagem continua Pras bandas daquela serra Por uma estrada de terra Com aboio de alegria Segue a cavalaria Pra Fazenda Pé de Serra Descansando sobre a cela Ouvindo a trilha sonora O trincado da espora Batida na cancela O aperto da fivela A estrada empoeirada Uma noite enluarada Muitos cavalos possantes O repicado de um berrante No meio da cavalgada Eu também já fui vaqueiro Com minha espora de prata Cortei burro na chibata Peguei boi no marmeleiro Daquele mais mandingueiros Do semiárido baiano Derrubava em pelo em pano Hoje com o peso dos anos Não faço mais o roteiro Adeus patrões e vaqueiros Vai sair a cavalgada Vou esperar na chegada Na sombra de um anjiqueiro Dois couros sentido o cheiro Com os olhos em lágrimas sangrando Vendo um cavalo esquipando Com a Bride toda espumada E uma velha mula cansada Na sombra do umbuzeiro


Nenhum comentário: