O que fazer quando reflexos te abandonam e, o escuro é o seu único refúgio? O que vejo é apenas o nada, que, na verdade, já não parece tã...

💜
2017

No fim

/
0 Comments
O que fazer quando reflexos te abandonam e, o escuro é o seu único refúgio? O que vejo é apenas o nada, que, na verdade, já não parece tão vazio. Espelhos me dão medo, pois, o que me mostram é apenas o começo de algo camuflado, preso, mas nunca adormecido. Tudo está sem cor, e cheira como carcaças, medonhamente, podres. Já não sinto o escorrer do sangue, queimando, em manchas disformes, o papel em branco, cravado, dilacerando minha pele impura. Algo grita em minha mente, coisas insanas, perturbadoramente coerentes. Meus olhos movimentam-se rápidos, atrás de pálpebras, firmemente fechadas. Caminhos regados a impiedosas dúvidas, no fim, são apenas caminhos. Profecias, afinal, apenas são escolhas. Medos são apenas visões de nossa própria natureza. E o fim... Desconhecido, provocante e irônico... O fim, Indiscutivelmente, é apenas o início.


Nenhum comentário: