Lá fora eu sinto a chuva cair Como algo que estraçalha e fere meu ouvido A noite não é mais noite É só um final para o hoje Não quero pro...

💜
2017

Abstrata Simetria

/
0 Comments
Lá fora eu sinto a chuva cair Como algo que estraçalha e fere meu ouvido A noite não é mais noite É só um final para o hoje Não quero provar nada Só quero sentir-me bem Não sinto vontade de ser coerente Só quero me desligar um pouco Seria algo estranho Se continuasse Tudo assim tão... ...negro... ...vermelho Não consigo mais respirar Só tento ainda enxergar Não o caminho Não a noite Mas sim o nada, a escuridão invisível que me segue Fiz tudo o que podia fazer Só assim me fortaleço Mas não consigo viver Sobrevivo perante o mar Ilhado, não consigo fugir Amando muito a tudo e à todos Não consigo demonstrar o mínimo Sofro por tal brutalidade de espírito A melancolia ecoa em minha mente Como um alerta para o que há de vir Dos meus poros escorre sangue Dos meus olhos vê-se o medo Ao final... Lembro apenas como é bom Ser tão insanamente... simétrico Tão simetricamente... incoerente Incoerentemente distante


Nenhum comentário: