Se você achava que as fotografias de viagens eram todas iguais, essas imagens capturadas pelo fotógrafo sérvio  Dusan Stojancevic vã...

💜
2019


Se você achava que as fotografias de viagens eram todas iguais, essas imagens capturadas pelo fotógrafo sérvio Dusan Stojancevic vão fazer você mudar de ideia. Há 15 anos ele desenvolveu uma técnica para fotografar monumentos refletidos em gotas d’água.


Hoje, ele aproveita para registrar suas andanças pelo mundo dessa forma única, mas não revela o segredo das imagens para ninguém. O único que ele conta é que todas as fotos são feitas com uma técnica de fotografia macro e sem o uso de Photoshop, o que explica a falta de nitidez e a existência de alguns borrões.


Confere só algumas das maravilhosas imagens capturadas por ele suas viagens:


Mesquita Azul, Istambul

gota1
Ponte do Brooklyn, Nova York
gota2
Ada Bridge, Belgrado
gota3
T.C. Ušće, Belgrado
gota4
Sagrada Família, Barcelona
gota5
Empire State Building, Manhattan
gota6
Solomon R. Guggenheim Museum, Nova York
gota7
Grand Central Station, Nova York
gota8
National Library, Nova York
gota9
Flatiron Building, Nova York
gota10
World Trade Center Transportation Hub, Nova York
gota11
Empire State Building, Nova York
gota12
Templo de São Sava, Belgrado
gota13
Manhattan, Nova York
gota14
Torre Genex, Belgrado
gota15
Todas as fotos © Dusan Stojancevic

Foi-se o tempo em que magreza era sinônimo de beleza. Claro, sabemos que ainda existe muito preconceito em torno das mais cheinhas ...

💜
2019


Foi-se o tempo em que magreza era sinônimo de beleza. Claro, sabemos que ainda existe muito preconceito em torno das mais cheinhas mas, graças a grupos como este que vamos apresentar abaixo, cada vez mais e mais mulheres estão se aceitando como realmente são. E se achando lindas. E se amando muito.

Conhecidas como “The Succulent Six”, o grupo tem a missão de lutar contra a gordofobia. Cada uma das integrantes assumiu um personagem relacionado à comida, como a Cookie Cutta ou a Dirty Dottie Donuts.

Sem Título-3 Sem Título-2 

A série “Stop the Food Fight”, clicada pelo canadense N. Maxwell Lander, questiona o chamado corpo ideal imposto pela sociedade e por algumas mídias, e convida a todas as mulheres se amarem como são, além de desafiarem os padrões de beleza pouco realistas.

“Acima de tudo, queremos celebrar um dia sem regimes e obsessões com o peso. Acreditamos de verdade que se conseguirmos começar com um dia sem patrulha do corpo, talvez consigamos o mesmo nos outros 364.” disse Steff Ivory Conover, também conhecida como Cupcake Charlie.

SucculentSix1
Rachel Marcus é Cookie Cutta
SucculentSix2
Annika Reid é Bubblegum Betty
SucculentSix3
Belle Jumelles é Sammy Sundae
SucculentSix4
Steff “Ivory” Conover é Cupcake Charlie
SucculentSix5
Ashley Sharman é Cotton Candy Sandy
SucculentSix6
Julia Connelly é Dirty Dottie Donuts

Trazendo consigo uma imagem extremamente positiva de seus corpos, as “garotas suculentas” posaram para um ensaio pra lá de divertido em abril passado, com o objetivo de incentivar as pessoas a pararem com a guerra contra a comida.Estas meninas estão dando uma lição de vida, celebrando a beleza do jeito que ela for. É isso aí, garotas! 

13112742_1015102455221478_3175820115572999955_o 

13198638_1015102571888133_6677015280542973267_o 

13173513_1015102451888145_1854324175649591692_o 

13173213_1015102585221465_5320004413939527498_o 

13173324_1015102581888132_5667267206403143817_o 

13161716_1015102458554811_2204621753282100182_o 

13131594_1015103315221392_7523501841083320311_o 

13130973_1015103228554734_8156737847999297403_o 

13173213_1015102585221465_5320004413939527498_o 

13123309_1015103235221400_9145065206732775602_o 

13119949_1015103308554726_1493419214121542150_o 

13116527_1015103301888060_959646154210648196_o 

Todas as fotos © N. Maxwell Lander

Os ativistas dos “direitos humanos” (entenda-se bajuladores de criminosos) no Brasil, geralmente são boçais que vivem à custa do po...

💜
2019


Os ativistas dos “direitos humanos” (entenda-se bajuladores de criminosos) no Brasil, geralmente são boçais que vivem à custa do povo ou militam em alguma agremiação da esquerda movida a caviar e whisky importado com envelhecimento nunca inferior a 12 anos.


Pois bem, algumas dessas anomalias humanas, perfeitamente descartáveis por absoluta inutilidade, foram contempladas com uma sugestão, no mínimo supimpa, de um desembargador mineiro cuja visão diverge da maioria de seus pares por ser inteligente e ter responsabilidade para com a sociedade a quem serve.S. Exa. o desembargador Rogério Medeiros Garcia de Lima (Belo Horizonte, MG) enviou à Folha de São Paulo, uma carta onde ironiza quatro dessas bestas hubanas que vivem paparicando bandidos de todos os tipos.

Diz a carta do desembargador…

“Tenho uma sugestão ao professor Paulo Sérgio Pinheiro, ao jornalista Jânio de Freitas, à ministra Maria do Rosário e a outros tantos admiráveis defensores dos direitos humanos no Brasil.Criemos o programa social “Adote um Preso”.Cada cidadão aderente levaria para casa um preso carente de direitos humanos.


Os benfeitores ficariam de bem com suas consciências e ajudariam, filantropicamente, a solucionar o problema carcerário do país.Sem desconto no Imposto de Renda.Agora, com o morticínio de presos no Maranhão, jornalistas e intelectuais “engajados” escrevem e opinam copiosamente sobre a questão carcerária e os direitos fundamentais. São como urubus, não podem ver uma carniça.
 
Quando eu era juiz da infância e juventude em Montes Claros, norte de Minas Gerais, em 1993, não havia instituição adequada para acolher menores infratores.Havia uma quadrilha de três adolescentes praticando reiterados assaltos.A polícia prendia, eu tinha de soltá-los.Depois da enésima reincidência, valendo-me de um precedente do Superior Tribunal de Justiça, determinei o recolhimento dos “pequenos” assaltantes à cadeia pública, em cela separada dos presos maiores.
 
Recebi a visita de uma comitiva de defensores dos direitos humanos (por coincidência, três militantes).Exigiam que eu liberasse os menores.Neguei.Ameaçaram denunciar-me à imprensa nacional, à corregedoria de justiça e até à ONU.Eu retruquei para não irem tão longe, tinha solução.Chamei o escrivão e ordenei a lavratura de três termos de guarda: cada qual levaria um dos menores preso para casa, com toda a responsabilidade delegada pelo juiz.
 
Pernas para que te quero!.Mal se despediram e saíram correndo do fórum.Não me denunciaram a entidade alguma, não ficaram com os menores, não me “honraram” mais com suas visitas e … os menores ficaram presos.É assim que funciona a “esquerda caviar”, concluiu S. Exa.

Se 50% dos juízes brasileiros tivessem a metade da inteligência e responsabilidade desse desembargador, as leis brasileiras seriam cumpridas à risco em vez de serem desmoralizadas por qualquer cretino que se acha no direito de conspirar contra o povo desse miserável país, bajulando bandidos e lhes dando apoio à nossa custa.Parabéns ao digníssimo Meritíssimo Desembargador Rogério Medeiros Garcia de Lima.É um orgulho e uma honra tê-lo entre nós, os brasileiros de bem!

  As pirâmides do Egito são consideradas obras arquitetônicas magníficas e verdadeiros milagres da engenharia. Sim, sua construção in...

💜
2019
 

As pirâmides do Egito são consideradas obras arquitetônicas magníficas e verdadeiros milagres da engenharia. Sim, sua construção incrível possui segredos que não entendemos completamente, mas, ao que tudo indica, os egípcios antigos também cometiam erros.Eles não eram perfeitos, afinal de contas. Eram apenas humanos. Isso se você não é daqueles que pensa que as pirâmides foram construídas por alienígenas.

Tortinha

De acordo com um novo estudo, a Grande Pirâmide de Gizé possui uma base um pouco desequilibrada, e a culpa disso é provavelmente dos seus construtores.O lado oeste da pirâmide é ligeiramente mais longo do que o lado leste. Embora a diferença seja muito pequena, é suficiente para uma equipe de pesquisa moderna, liderada pelo engenheiro Glen Dash, do Glen Dash Research Foundation, e pelo egiptólogo Mark Lehner, da Ancient Egypt Research Associates (AERA), ser capaz de detectar a falha em um projeto de medição.

Tamanho e orientação originais

A Grande Pirâmide foi construída para o faraó Khufu cerca de 4.500 anos atrás. Chamada de “maravilha do mundo” por escritores antigos, é a maior das três pirâmides localizadas no Planalto de Gizé.Ela foi feita com um invólucro de pedra calcária. Grande parte dessa “casca” já desapareceu ou foi reutilizada para a construção de outros projetos nos séculos passados. Sem ela, os cientistas não conseguem fazer medições muito precisas da pirâmide do jeito que ela originalmente foi concebida.Para determinar os comprimentos dos lados originais da pirâmide, os pesquisadores procuraram pedras de revestimento cujas arestas ainda tocavam a plataforma sobre qual a Grande Pirâmide foi construída.

Eles também procuraram marcas na plataforma que fornecessem pistas quanto ao local onde as bordas estavam. No total, encontraram 84 pontos ao longo das bordas originais da pirâmide. Estes pontos foram adicionados a um sistema que mapeou todas as características do Planalto de Gizé.

piramide de giza 2

Precisão inacreditável

Em seguida, a equipe usou um método estatístico chamado de análise de regressão linear para determinar os comprimentos.Os cientistas descobriram que o lado leste da pirâmide originalmente media entre 230.295 a 230.373 metros, enquanto o lado oeste originalmente media entre 230.378 e 230.436 metros.


Isto significa que, no máximo, o lado oeste era apenas 14,1 centímetros mais longo do que o leste. Isso faria com que a pirâmide não fosse completamente quadrada, mas esse nível de precisão é notável para um monumento arquitetado mais de 4.500 anos atrás.“Os dados mostram que os egípcios possuíam habilidades bastante extraordinárias no seu tempo”, escreveu Dash em seu relatório. “Nós podemos apenas especular sobre a forma como os egípcios fizeram estas linhas com tal precisão usando apenas as ferramentas que eles tinham”.

Hipóteses

Dash crê que os antigos egípcios fizeram a pirâmide sobre uma grade orientada apenas um pouco longe dos pontos cardeais, sendo que o grau de erro dos eixos norte-sul e leste-oeste é quase o mesmo.

O fato de que o grau de erro é quase o mesmo e tão pequeno fornece “boa evidência de que a pirâmide e o templo associado a ela foram dispostos em uma grade comum, orientada de forma muito precisa”, argumentou Dash ao portal Live Science.Os pesquisadores vão continuar analisando os dados para encontrar mais informações sobre a concepção e construção da Grande Pirâmide. A esperança é aprender mais sobre as ferramentas e tecnologia que os construtores tinham à sua disposição. [LiveScience]

A maioria das histórias infantis, se estudadas de perto e com o olhar adulto, são verdadeiros contos de terror, feitos para assusta...

💜
2019


A maioria das histórias infantis, se estudadas de perto e com o olhar adulto, são verdadeiros contos de terror, feitos para assustar as crianças, em uma pedagogia tão rasa quanto medieval. O lobo mau, afinal, come a vovozinha, e espera disfarçado, feito um frio e calculista psicopata, pela chapeuzinho. Precisa ir tão longe para ensinar às crianças que não se deve passear tão sozinha pela floresta?

A fotógrafa Ana Paula Grillo – responsável também por essa outra fofura de ensaio – sempre adorou a história da Chapeuzinho, mas nunca entendeu a razão de ser da maldade do lobo. Ela então resolveu fotografar uma Chapeuzinho Vermelho contemporânea, em que o lobo se torna amigo, e protege a chapeuzinho. Assim, ela não só realizou uma graça de ensaio fotográfico, como também um sonho de criança – agora o Lobo Mau virou Lobo Bom.

Era uma vez, numa pequena cidade às margens da floresta, uma menina de olhos negros e negros cabelos cacheados, tão graciosa quanto valiosa... Era uma vez, numa pequena cidade às margens da floresta, uma menina de olhos negros e negros cabelos cacheados, tão graciosa quanto valiosa…
Um dia, com um retalho de tecido vermelho, sua mãe costurou para ela uma longa capa com capuz; Daquele dia em diante, a menina não quis mais saber de vestir outra roupa, senão aquela e, com o tempo, os moradores da vila passaram a chamá-la de “Chapeuzinho Vermelho”. Um dia, com um retalho de tecido vermelho, sua mãe costurou para ela uma longa capa com capuz; Daquele dia em diante, a menina não quis mais saber de vestir outra roupa, senão aquela e, com o tempo, os moradores da vila passaram a chamá-la de “Chapeuzinho Vermelho”.
Além da mãe, Chapeuzinho Vermelho não tinha outros parentes, a não ser uma avó bem velhinha, que nem conseguia mais sair de casa. Morava numa casinha, no interior da mata. Além da mãe, Chapeuzinho Vermelho não tinha outros parentes, a não ser uma avó bem velhinha, que nem conseguia mais sair de casa. Morava numa casinha, no interior da mata.
Um dia, a mãe da menina preparou alguns doces e disse: " Chapeuzinho Vermelho, vá levar estes doces para a vovó, Tome cuidado pois o Lobo está rondando a floresta..". Um dia, a mãe da menina preparou alguns doces e disse: ” Chapeuzinho Vermelho, vá levar estes doces para a vovó, Tome cuidado pois o Lobo está rondando a floresta..”.
Chapeuzinho Vermelho pegou o cesto e foi embora. Chapeuzinho Vermelho pegou o cesto e foi embora.
Embora sempre parava para brincar com passaros e esquilos... Embora sempre parasse para brincar com pássaros e esquilos…
A menina ia por uma trilha quando, de repente, apareceu-lhe na frente um lobo enorme, de olhos brilhantes. 
A menina ia por uma trilha quando, de repente, apareceu-lhe na frente um lobo enorme, de olhos brilhantes.
Olhando para aquela linda menina, o lobo pensou que ela devia ser macia e saborosa. Queria mesmo devorá-la num bocado só! e lá foi o Lobo atrás daquela doce menina... Olhando para aquela linda menina, o lobo pensou que ela devia ser macia e saborosa. Queria mesmo devorá-la num bocado só! E lá foi o Lobo atrás daquela doce menina…
Que correu muito pedindo ajuda, porém os cortadores de lenha que poderiam ouvir os gritos de Chapeuzinho Vermelho estavam fazendo muito barulho e não a ouviram... Que correu muito pedindo ajuda, porém os cortadores de lenha que poderiam ouvir os gritos de Chapeuzinho Vermelho estavam fazendo muito barulho e não a ouviram…
Depois de correr muito, chapeuzinho vermelho cansou e se deitou para tirar uma soneca. Eis que o lobo a avistou e, vendo aquela pequena menina adormecida, foi vencido por seu encanto, e ali permaneceu até que ela despertasse. Depois de correr muito, chapeuzinho vermelho cansou e se deitou para tirar uma soneca. Eis que o lobo a avistou e, vendo aquela pequena menina adormecida, foi vencido por seu encanto, e ali permaneceu até que ela despertasse.
Oh, Lobo, que braços longos você tem! — São para abraçá-la melhor, minha querida menina! — Oh, Lobo, que olhos grandes você tem! — São para enxergar também no escuro, minha menina! — Oh, Lobo, que orelhas compridas você tem! — São para ouvir tudo, queridinha! — Oh, Lobo, que boca enorme você tem! — São para te beijar melhor! Oh, Lobo, que braços longos você tem!
— São para abraçá-la melhor, minha querida menina!
— Oh, Lobo, que olhos grandes você tem!
— São para enxergar também no escuro, minha menina!
— Oh, Lobo, que orelhas compridas você tem!
— São para ouvir tudo, queridinha!
— Oh, Lobo, que boca enorme você tem!
— São para te beijar melhor!

Chapeuzinho vermelho o alimentou, não só com comida e sim com todo o seu amor. Chapeuzinho vermelho o alimentou, não só com comida e sim com todo o seu amor.
E lÁ foram os dois pela floresta, levaram os doces para a vovozinha e voltaram... 
 E lá foram os dois pela floresta, levaram os doces para a vovozinha e voltaram…
E assim seguiram, dia pós dia, essa jornada de amizade, amor, esperança e encanto. 
 E assim seguiram, dia pós dia, essa jornada de amizade, amor, esperança e encanto.
O amor os tornou inseparáveis. 
 O amor os tornou inseparáveis.
Chapeuzinho vermelho jamais se cansou de demonstrar amor. Chapeuzinho vermelho jamais se cansou de demonstrar amor…
...e por ventura o Lobo se tornou fiel, pois sabia que jamais encontraria outro amor assim. …e por ventura o Lobo se tornou fiel, pois sabia que jamais encontraria outro amor assim.
Sim, eles foram FELIZES PARA SEMPRE! Sim, eles foram FELIZES PARA SEMPRE!
© fotos e texto: Anna Paula Grillo