Quem tem banda sabe o sufoco e dedicação que um projeto musical exige. E muitas delas sonham em gravar suas músicas para que vire...

💜
2017

Conheça os 12 estúdios musicais mais emblemáticos do mundo

/
0 Comments
 


Quem tem banda sabe o sufoco e dedicação que um projeto musical exige. E muitas delas sonham em gravar suas músicas para que virem sucesso e cheguem ao maior número de pessoas possível. Antes de sonhar, que tal conhecer os 12 estúdios de gravação mais lendários do mundo?

Em setembro de 2015, o projeto Converse Rubber Tracks abriu as portas destes 12 estúdios listados abaixo para 84 artistas, bandas e músicos emergentes. O grupo seleto teve a chance de gravar com produtores e engenheiros de som mundialmente renomados. Já imagina a loucura que foi isso, não é?
O pessoal teve acesso à tecnologia de ponta, que foi utilizada por bandas e artistas que fizeram história na música, nos mais diversos gêneros. A Converse Rubber Tracks tem ainda algumas unidades espalhadas pelo mundo, incluindo São Paulo, que faz gravações gratuitas, cedendo todos os direitos sobre as canções para os artistas.

Não é demais? Dá uma olhada nos lugares por onde a galera passou neste ano:
1. Companhia de Gravação Avast! – Seattle

Todo mundo que curte grunge sabe que Seattle é o berço deste gênero musical, propagado com bandas como Nirvana e Soundgarden. Neste estúdio, ainda foram gravados os mais influentes projetos como o Riot Grrrl, Bikini Kill e muitas estrelas em ascensão do Indie Rock. O equipamento queridinho do estúdio é uma histórica mesa analógica de 36 canais Trident A-Range de 1975, que tem menos de vinte unidades fabricadas no mundo.

ConverseSeatle

2. Sunset Sound – Los Angeles
No Sunset Boulevard de Hollywood, este estúdio foi criado de maneira curiosa. Em 1958, Tutti Camarata ocupava o cargo de Diretor de Gravação da Disney, e precisava de um lugar para gravar as trilhas de seus filmes, como ‘Mary Poppins’ e ‘101 Dálmatas’. A partir daí, ganhou fama e novos adeptos da música, que hoje completam a lista de álbuns icônicos, discos de ouro e platina do estúdio. Elton John, Led Zeppelin, Prince, Beach Boys e Rolling Stones são alguns dos artistas que deixaram sua marca histórica no local.

ConverseLosAngeles

3. Studios 301 – Sydney
Fundado em 1926, se consagra como o estúdio de gravação mais duradouro do hemisfério sul. De início focado em músicas clássicas e cerimoniais, ampliou sua oferta de gêneros a partir de 1978 e não parou mais, lançando álbuns de bandas como INXS, Duran Duran, Elton John, Silverchair, Lady Gaga e Bruce Springsteen. Neste ano, foi adquirido pelo Abbey Road Institute.

ConverseSydney

4. Abbey Road Studios – Londres
No Abbey Road Studios foram lançados alguns dos álbuns de pop e rock mais influentes do último século, incluindo de bandas como The Beatles, Pink Floyd e Oasis. Com equipamentos de ponta, o Estúdio Dois tem um item invejável: uma mesa de som de 60 canais AMS Neven 88RS, que oferece inúmeras possibilidades aos músicos, além de uma coleção de equipamentos vintage. A fama é tanta que várias bandas brasileiras foram pra lá gravar.

ConverseLondon
5. Tuff Gong – Kingston

Criada por ninguém mais, ninguém menos do que Bob Marley, a gravadora surgiu em 1970 em parceria com membros de sua banda, The Wailers. Dizem que o nome seria um apelido de infância do cantor de reggae e atualmente o local também abriga um museu em sua homenagem. Este é um dos maiores estúdios de gravação do Caribe, que gravou álbuns dos filhos de Bob, Stephen e Ziggy Marley, além de ser uma estação de rádio no icônico jogo Grand Theft Auto (GTA) IV, tocando clássicos do gênero musical.

ConverseKingston
6. Hansa Tonstudio – Berlim

O bairro de Kreuzberg pulsa de novas ideias e suas ruas são lotadas por artistas, punks, boêmios e LGBTs. Não à toa o Hansa Tonstudio fica por lá desde 1974, lançando álbuns icônicos de New Wave e Pop Punk entre os anos 70 e 80, incluindo ainda o rock alternativo. Com destaque para sua sonoridade obscura e áspera, recebeu bandas e artistas como David Bowie, Iggy Pop, U2, Depeche Mode, Snow Patrol e Nick Cave and the Bad Seeds.

ConverseBerlim
7. Converse Rubber Tracks – Nova York

Desde 2011, o descolado bairro de Williamsburg, no Brooklyn, propaga músicos dos mais diferentes gêneros musicais, que soltam a criatividade no Converse Rubber Tracks. O estúdio se destaca por oferecer itens não convencionais, como um amplificador Kemper Profiling e um órgão clássico Wurlitzer, além de outros vários equipamentos de ponta.

ConverseNY
8. Stankonia – Atlanta

O Stankonia já teve assumiu muitas identidades ao longo do tempo, como Soundscape e Bosstown, casa dos melhores álbuns de R&B dos anos 90. Ganhou o nome atual após os anos 1990 e se consolidou após o álbum homônimo da dupla OutKast, que gravou alguns dos seus grandes hits por lá e assumiu a direção do lugar. Assim segue até hoje acolhendo e revelando artistas de hip hop, funk e R&B.

ConverseAtlanta
9. The Warehouse Studio – Vancouver

Muitas bandas de rock alternativo gravaram neste belo edifício de 1886, que já sediou um presídio e até um necrotério. Em 1977 o estúdio tomou conta e passou a revelar talentos como Avril Lavigne. Bandas de rock como AC/DC, Metallica, R.E.M, Good Charlotte, Muse, Simple Plan, Three Days Grace e Slayer também soltaram a voz em suas instalações.

ConverseCanada

10. Greenhouse Studios – Reykjavík
A capital da Islândia tem o estúdio perfeito para quem quer inovar no folk, neoclássico e música ambiente. Entre os artistas que já gravaram no local estão Björk, Feist, CocoRosie, Ben Frost e Sigur Rós, grandes nomes da música, além de trilhas sonoras para filmes de Lars Von Trier e Spike Jonze. Todos contam com a ajuda do dono, Valgeir Sigurðsson, músico, produtor, compositor e engenheiro de som.

ConverseIslandia
11. Toca do Bandido – Rio de Janeiro

No meio da mata carioca e em formato de cabana rústica está o estúdio Toca do Bandido, que já recebeu várias nomeações e prêmios Grammy. Com discos de ouro e platina na coleção, o estúdio gravou músicas de artistas como Maria Rita, Adriana Calcanhotto, O Rappa e Érika Martins. A variedade de guitarras chama a atenção de qualquer apaixonado por música, incluindo modelos Fender, Gibson, Rickenbaker, Gretsch e Danelectro.

ConverseRJ

12. Converse Rubber Tracks – Boston
O caçula dessa turma abriu suas portas em julho de 2015 e já promete grandes sucessos com o melhor em termos de tecnologia. Sendo o primeiro estúdio deste tipo a chegar na cidade, vai oferece gravações gratuitas e profissionais à comunidade musical, como já acontece com todos as unidades do projeto Rubber Tracks. Até um piano de cauda Rhodes está disponível entre os vários equipamentos de qualidade do espaço.

ConverseBoston
Todas as fotos: Converse Rubber Tracks


Nenhum comentário: