Se quando o celular acaba a bateria nós já ficamos loucos, imagina só passar 146 dias sem internet? Foi a isso que o estudante de j...

💜
2017

O que aconteceu com o estudante que ficou 146 dias sem internet

/
0 Comments
 

Se quando o celular acaba a bateria nós já ficamos loucos, imagina só passar 146 dias sem internet? Foi a isso que o estudante de jornalismo Rômulo Cabrera de Medeiros, 25, se desafiou. Longe de filmes, mensagens e, o mais importante, memes (!), ele cumpriu um rigoroso “detox” tecnológico e sobreviveu para nos contar a história.

Sem WhatsApp ou Facebook, ele começou a usar orelhões para conversar com amigos e familiares, além de recorrer às cartinhas – aparentemente, elas ainda existem! “Entre outras coisas, tive que usar orelhões (sem celular, precisei me adaptar). Sobre os videogames, não é uma regra geral, mas alguns se conectam à rede. Então para nã comer bola, passei a usar meu Super Nintendo“, afirmou ele ao Catraca Livre.

Para acompanhar suas séries favoritas, ele criou um inteligente sistema de contrabando: seus amigos passaram a fornecer episódios por meio de pendrives. Mas quando isso não era possível, foi com a TV que ele precisou se contentar.

A iniciativa para o “detox” veio do fato de se sentir sozinho, mesmo estando conectado a bilhões de pessoas. Foi assim que ele decidiu ir até à Avenida Paulista e, munido uma placa em que se lê “Estou sem internet e celular. Preciso conversar. Quer tc comigo?”, ele buscou se conectar a desconhecidos. O estudante usou a experiência como parte de seu TCC, mas garante que não recomendaria a experiência. “[…] creio que a experiência só saciaria a curiosidade; não temos como fugir dessa realidade“, afirmou.

detox-digital 

detox-digital2
Fotos © Rômulo Cabrera de Medeiros/Facebook


Nenhum comentário: