Preservar um idioma é sempre uma maneira de manter viva toda uma cultura. Afinal, quando uma ...

💜
2017

Como esta mulher está escrevendo um dicionário sozinha para que sua língua não morra

/
0 Comments

Preservar um idioma é sempre uma maneira de manter viva toda uma cultura. Afinal, quando uma língua morre, morrem com ela todas as palavras que só existiam naquele universo e também desaparece uma maneira de ver o mundo. Era o que estava acontecendo com a tribo Wukchumi, natural da Califórnia, nos Estados Unidos.

Com o avanço da dominação da região por povos não nativos, a tribo, antes formada por cerca de 50 mil pessoas, hoje conta com apenas 200 membros vivos. E, enquanto a maioria deles ainda têm o inglês como primeira língua, uma senhora de 81 anos está fazendo o possível para manter o idioma Wukchumi vivo.

Ao longo de 7 anos, Marie se dedicou à criação de um dicionário do idioma com a ajuda de sua filha Jennifer e do neto Donovan. Atualmente, ela é a única falante nativa do idioma viva e também oferece aulas aos jovens da tribo que tenham interesse em aprender mais sobre a língua e a cultura de seu povo.

Um pouco desse processo está registrado no curta documentário “Marie’s Dictionary”, que você vê abaixo (em inglês):





marie5

Todas as imagens: Reprodução YouTube.


Nenhum comentário: